Quero Ser Criança E Ser Adulta Também - E aí Ferrá

Quero Ser Criança E Ser Adulta Também

11:00:00

Eu vejo um pula pula, uma piscina de bolinhas, um balanço. Meu coração dispara, eu quero ir em tudo. Quero me divertir junto com meus amigos num espaço de brinquedos do shopping. Quero sair com a cara pintada de borboleta e andar por aí sem medo do que vão pensar de mim. Quero tênis de luzinha, brincar de esconde esconde e me encantar com as cores daquele pirulito espetado numa bola de isopor no mercado. Eu quero acreditar em fadas, na magia, na bondade das pessoas do mundo. Quero sorrir e chorar sem medo. Eu quero ser criança enquanto sou adulta.


Tenho hoje 20 anos, alguns meses e dias nas costas. Eu trabalho, eu estudo, eu escrevo. Já sou pesada demais para a cama-elástica e meu pé não cabe mais no tênis de luzinha. Se vou na piscina de bolinhas, é como acompanhante. Quando peço um McLanche Feliz a moça do caixa já procura a criança do meu lado. Eu não tenho medo do escuro, mas sim das pessoas que me cercam. Eu acredito na magia do cartão de crédito e da internet, não mais em fada do dente ou papai noel.

Eu vivi querendo crescer, ser adulta e responsável. Puramente banhada na inocência infantil que a liberdade existia apenas na vida adulta. Me enganei profundamente e só percebi quando era tarde demais. Quando eu deixei de poder pintar a cara nos eventos do shopping, quando eu não tinha mais idade para ir naquele brinquedo legal, quando meus amigos trocaram os brigadeiros das festas de aniversário por drinks e coisa e tal.

Eu quero ser criança, mas quero ser adulta também. Quero a minha liberdade de ter luzes piscando nos meus pés enquanto ando para trabalhar e ter meu dinheiro no fim do mês. Quero uma guerra de bexigas d'água no final de semana, cercada de um churrasco com sinuca e uma cerveja bem gelada (ok, não gosto de cerveja, mas foi o que ficou legal aqui.). Eu quero ter uma crise de riso, assim, do nada, sem que os outros fiquem pensando que eu sou retardada (ok, talvez eu seja, mas não vem ao caso), e ao mesmo tempo eu quero saber conquistar meus desejos sem fazer birra no chão do mercado.

Eu cresci, amadureci, eu vivi. A cada dia que se passou, mais minha criança se afundou e se inibiu com a sociedade ao redor. Eu cansei, eu chorei, eu me arrependi. Quis tanto ser adulta, sonhei tanto em conseguir ser parte do que me tornei hoje, me encantei tanto com a "liberdade". Hoje eu só queria ser criança mais uma vez, hoje eu só quero ser criança e ser adulta também.

You Might Also Like

7 Comentários

  1. O título desse post resumiu meu estado de espírito atual hahaha Eu sou quatro anos mais nova que você, mas quem disse que adolescentes não têm responsabilidades? Curso de atuação, aula de piano, escola, curso de inglês e espanhol, namorado(ixe, menina, isso é o que mais dá trabalho!!)... Cansa, mas gosto. Porém gostava ainda mais de não ter com o que me preocupar. Hoje em dia, tento aproveitar ao máximo quando vejo cama elástica, piscina de bolinhas e aqueles brinquedos do shopping. Siiim, eu participo! Só nos que são permitidos. :p É tão bom, a gente volta a ser criança! ♥ Quero ser criança, quero ser adulta também. Ah, essa fraseeeeeeee!!!!

    Um beijo enorrrme. ♥
    Blog Nescau com Nutella

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaah que alegria que você se identifica também hahaha me sinto menos sozinha! E as pessoas tem essa mania chata de achar que adolescente também não tem obrigações, TODOS temos, né? Mas acho muito importante a gente não deixar a criança interna morrer, ela é a nossa melhor parte <3

      Beijão!!!

      Excluir
  2. O título já fala muito sobre um sentimento bem comum quando se torna adulta, adorei!

    http://amebatom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Belo texto, cuida bem dessa criança que existe em vc! Permita a presença dela sempre, pq isso ē o equilíbrio, a graça e a leveza da vida ! Beijocas

    ResponderExcluir
  4. Que texto nostálgico. Amei as sensações, amei as lembranças e amei a realidade também.
    Viver é isso, equilibrar nosso lado adulto com nosso lado criança.

    Adorei <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiiiiiim hahaha, equilíbrio é tudo na vida e a gente parece sempre ter que esquecer ou deixar nossa criança interna de lado!!

      <3 <3

      Excluir