E Aí Beleza: 3 Truques Que Te Farão Parar De Roer Unha - E aí Ferrá

E Aí Beleza: 3 Truques Que Te Farão Parar De Roer Unha

11:00:00

O ato de roer unhas é algo que atinge uma boa parcela da população, principalmente os homens que não têm tanta cobrança social de ter as unhas sempre feitas. Isso pode facilmente se tornar um vício que, além de deixar as mãos com um aspecto não muito bacana, pode fazer mal à saúde, já que nossas unhas dificilmente estão livres de microorganismos e sujeira acumulada, além de se tornar um objeto pontudo que pode te fazer engasgar. Ou seja, por diversos motivos, parar de roer as unhas é algo desejado por muitos.


Sendo uma ex-roedora de unhas, sei bem como é difícil largar esse vício e por isso resolvi trazer pra vocês alguns truques que podem te ajudar nesse processo. Agora rola essa telinha aí pra baixo e vem comigo!

Chiclete 

Para que a gente possa pensar em parar com um vício, é bom a gente entender o que nos leva a ele. O ato de roer as unhas vêm, muitas vezes, da ansiedade e/ou nervosismo. Acabamos por externalizar nossos sentimentos ao mexermos a boca em pequenas mordidinhas e acabamos sentindo prazer em puxar cada cantinho. Por isso o chiclete é um bom começo para quem quer deixar as unhas crescerem (ou mesmo deixá-las curtas, mas de forma saudável).

Ao mascar o chiclete, você vai manter sua boca ocupada e ninguém quer ficar mastigando uma mistura de chiclete + unhas, né? Caso você sinta necessidade, você pode unir o chiclete a tamborilar os dedos ou fazer joguinhos de coordenação motora com eles, assim estará gastando um pouco de energia e mantendo mãos e boca ocupadas e separadas. Um exercício fácil e que distrai bem é você ir tocando a ponta de cada um dos seus dedos com o polegar, indo e voltando por todos eles.

Sobre o chiclete eu só quero deixar um aviso: tomem cuidado com a quantidade de chiclete e os horários que vocês mascam. Após as refeições ou lanches do dia são os horários mais indicados, já que assim não ocorrerá um estímulo à digestão sem nada no estômago. Claro que está super liberado em outros horários, mas com moderação para não causar outros problemas de saúde.


Unhas Feitas

Fazer as unhas ajuda SIM a evitar que ela vá parar na sua boca e entre seus dentes. Fazer as unhas não necessariamente significa esmaltá-las, viu rapazes? Mas é importante mantê-las num comprimento adequado, hidratadas e tirando o excesso de pele com o alicate (não com os dentes!).

Mantendo as unhas feitas você irá evitar uma série de coisas que facilitam o processo do "roer". Primeiramente, com as unhas hidratadas, elas ficam mais fortes e, consequentemente quebram e lascam menos, então sem ir com o dente pra cima dos cantinhos levantados. Isso também vai evitar que você tenha aquelas pelinhas duras ao redor das unhas que são uma tentação para levar as mãos à boca. Então manter as unhas feitas é importantíssimo para evitar esses desejos e manter suas mãos saudáveis.

Se você também acha bonita sua mão quando está com a unha feita e esmaltada você terá aí mais um aliado. Ao olhar suas unhas bem do jeito que gosta, vai pensar um pouco mais antes de começar a roer. Essa foi uma das técnicas que mais me ajudou a parar com o vício. Se você não tiver renda suficiente para ir à manicure toda semana, comece a treinar em casa e tente ir apenas uma vez por mês. Assim você economiza, aprende algo novo e tem mais uma forcinha para sua luta!

Ah, não esqueça de checar se a sua manicure utiliza instrumentos esterilizados e palitos de madeira descartáveis, assim você evita uma infecção, fungos e mesmo doenças!


Esteja Preparado

A preparação é indispensável em qualquer luta de nossas vidas, então nesta não seria diferente! Carregue SEMPRE com você uma lixa de unha e, se possível, uma base de esmalte (se você for homem e não curtir, existe a base opaca, fica invisível!) e, no começo, um chiclete. Isso te deixará sem desculpas para imprevistos.

A unha lascou? Lixe! Professor vai entregar as notas? Chiclete na boca! A unha quebrou muito na carne e você não quer cortar/lixar? Passe a base até conseguir por um band-aid no lugar.

Também vale você se preparar mentalmente. Aos poucos você deve ir trabalhando sua cabeça para evitar levar a mão à boca, tentando achar maneiras de se manter calmo de uma forma saudável. Exercícios respiratórios, meditação e a busca por outros métodos de externalização são essenciais para te ajudar a tornar este caminho menos árduo.

Além destes três truques que eu trouxe para vocês existem para ajudar, como os esmaltes amargos, roer cenouras, pedir para amigos te darem uns petelecos quando te virem com a mão na boca ou até buscar uma ajuda psicológica com um profissional. O importante é que você tenha noção do que está por vir, já que o caminho não é fácil. Um vício é um vício e todos nós temos o nosso e sabemos das nossas dificuldades para largá-lo.

Acreditem em você mesmo e eu sei que você alcançará seus objetivos logo! As dificuldades aparecem mas sempre temos meios de contorná-las e vencê-las. Quero saber como foi e/ou como está sendo esse processo para você, então me conta aqui nos comentários, tá?

You Might Also Like

2 Comentários

  1. Eu tô a vida toda tentando parar de roer unhas hahaha. Agora elas até ficam maiorzinhas, mas aí vem uma crise de ansiedade e adeus aquelas semanas que consegui ficar sem. Queria usar a do chiclete, mas não posso mascar porque tenho desgaste ósseo (não lembro direito o nome, só sei que a dentista proibiu caso eu não queira morrer de dor). Uso bastante a técnica de pintar a unha, mas pra ficar tirando o esmalte ao invés de roer a unha haha, funciona quando eu não esqueço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aii Kah, roer unha é um vício mt difícil de parar em tempos de nervosismo e ansiedade :( Se você gostar de cenouras, você pode trocar o chiclete por "roer" palitinhos de cenoura, assim você estará engolindo algo e não prejudicará o seu estômago! E sobre arrancar o esmalte: AMO/SOU hahaha vivo com pedacinhos de esmalte grudados na roupa pq to sempre tirando hahaha!

      Excluir