E Aí Dicas: Autoconhecimento - E aí Ferrá

E Aí Dicas: Autoconhecimento

11:00:00

Hoje é sexta, final de semana tá chegando junto com o final do ano. Agora é a belíssima hora de começarmos a pensar nas famosas resoluções de ano novo. Então que tal a gente entrar num pequeno processo de autoconhecimento pra facilitar tudo? Hoje eu separei aqui algumas dicas que vão te ajudar a completar esse procedimento. Então rola essa telinha aí pra baixo e fica ligado!


Antes de começar com as dicas, é preciso entender a importância disso tudo. Pensa aqui comigo, se eu agora te perguntasse quem você é, você saberia me responder? Fique atento: eu não estou perguntando seu nome, nem de quem você é filho e nem o que você faz, a pergunta é QUEM é você! Sim, eu sei que pareço uma lagarta do país das maravilhas, mas é algo que é preciso que nós saibamos.

Saber quem você é é saber a sua essência, seus gostos e desgostos, seu jeito ou mesmo falta de jeito, é se entender como alguém e saber o que isso significa. É um processo lento, não vai ser de uma hora pra outra. Pensa comigo, você acha mesmo que conhece alguém de verdade em apenas um dia? Então por que seria diferente com você mesmo? Lógico que suas memórias da sua vida vão facilitar, mas ainda sim, se conhecer é um trabalho árduo.

E aí, está preparado pra se conhecer? Não precisa ter medo, lembre que você só morde se você quiser!

Espelho 

Bom, dizem que a primeira impressão é a que fica, né? Então se prepare para ter uma nova primeira impressão de você! Procure algum lugar onde você tenha acesso a duas coisas: privacidade e um espelho de corpo inteiro. Se você não tem em casa, vale ser o provador de uma loja de roupas! Agora chegou a hora de você ter uma primeira impressão física sobre quem você é. Repare em tudo que você conseguir, será bem importante.

Veja seu cabelo, a forma como você o penteia e como ele cai ou deixa de cair no seu rosto. O comprimento, o corte, a cor que você o mantém. Perceba os detalhes. Veja também sua roupa, seu estilo, elas refletem quem você é? O comprimento, a forma como elas caem sobre seu corpo, veja tudo que você puder sobre elas. Depois, você vai começar a analisar seu corpo, seu rosto. Analise cada detalhe do seu rosto. Veja como seu nariz se dobra na ponta, a forma como seus olhos se encaram, qual é a sua expressão diante desta experiência?

Aos poucos, vá tirando sua roupa e se analisando, se vendo, se conhecendo. Cuidado pra não se julgar, você está fazendo o contrário disso. Veja como o seu corpo se move, repare nas pequenas expressões que você faz, se você está tensa com o que está acontecendo ou não. Conheça suas linhas, suas dobras, repare em tudo sem julgamentos sobre o que é aquilo, tenha a mente aberta para conhecer bem aquele corpo que você vê. Esse corpo faz parte de quem você é, ele participa da sua essência mas é apenas parte dela, é uma das mil formas como você se mostra pro mundo, não é tudo, lembre-se disso.

Relaxar 

Agora que você já tem uma noção melhor do seu corpo, vamos começar a entrar numa mistura: corpo vs. mente. Vai funcionar da seguinte forma: eu vou te ensinar a fazer um relaxamento corporal e mental, e com ele você vai aprofundar suas sensações corporais e ter a mente focada em você. Preparado?

Primeiro você vai achar algum lugar onde possa ficar totalmente relaxado, geralmente o melhor horário para isso é a noite por causa do silêncio. Pode ser na sua cama, no sofá, onde você puder ficar sozinho um tempo. A melhor posição para o relaxamento é deitado com os braços e pernas esticados, mas sem forçar. Porém não é obrigatório, se você se sentir melhor em outra posição, fique à vontade.

É comum algumas pessoas dormirem na primeira tentativa desse relaxamento, mas não se preocupe e nem desista, tá bom? Agora você vai fazer uma contagem de 10 a 0, e com cada número irá focar sua mente em uma parte do seu corpo, pensando em relaxá-la ao máximo. Um pequeno guia para você seguir é:


  • 10 - Cabeça
  • 09 - Pescoço
  • 08 - Ombros
  • 07 - Braço esquerdo
  • 06 - Braço direito
  • 05 - Tórax (aqui você deve se concentrar um pouco na sua respiração)
  • 04 - Perna esquerda
  • 03 - Perna direita
  • 02 - Pé esquerdo
  • 01 - Pé direito
  • 00 - Mente
Nada te impede de variar essa ordem, o importante é que quando você chegar no 0, seu corpo deve estar super relaxado e sua mente e respiração mais calmas. A partir de agora, você pode seguir para dois caminhos: uma análise mental ou corporal.

Caso você decida pela corporal, é hora de sentir todo o seu corpo. Se concentre em uma parte por vez e sinta cada centímetro dela. Mova-se devagar e sinta os efeitos disso, a pele sendo repuxada ou dobrada, seus músculos, se foque totalmente naquilo e faça por todo o seu corpo. Dobre seus dedos, sua perna, vire sua cabeça, sorria, force a barriga, faça de tudo!

Já se você preferir partir para uma análise mental, comece pensando sobre como você está se sentindo no momento. Você está feliz? Triste? Ansioso? Quais as coisas que estão te incomodando e por quê? Quais coisas estão te fazendo feliz? Como você se sentiu durante o último dia? Pense e analise as situações e sua reação para cada coisa. Isso te fará entender como o seu eu reage ou mesmo gostaria de reagir em cada situação da vida. 

Depois você pode continuar trabalhando esse relaxamento e ir focando em outros acontecimentos ou mesmo no seu futuro. Pense nos principais momentos da sua vida, tanto bons quanto ruins, pense em como você se comporta diante de cada situação. Reflita sobre o que você quer para você em curto, médio e longo prazo. Não pense no que a sociedade ou sua família querem pra você, foque em VOCÊ, apenas isso.


4 Quadrados

Mais uma dica pra gente se entrelaçar mais com a própria mente. Essa é bem simples e pode causar uma reflexão danada, então se prepare!! Você só vai precisar de uma folha de papel e uma caneta (ou lápis), tá bom?

Primeiro, você vai dobrar a folha no meio duas vezes em sentidos contrários e depois abrir. Isso vai formar quatro retângulos no papel. Em cada um deles você vai primeiro escrever uma "legenda", no topo deles:


  • Coisas que gosto e faço
  • Coisas que gosto e não faço
  • Coisas que não gosto e faço
  • Coisas que não gosto e não faço
Já sabe o que fazer em seguida, né? Fique a vontade e escreva em cada um quantas coisas quiser. Abra sua mente e seu coração. Mesmo que você goste de algo que pareça errado, você gosta e, no momento, isso que importa. 

Escreveu tudo? Agora é hora de ler e refletir. Pense no que você pode mudar para fazer mais do que gosta e menos do que não gosta. Por exemplo, você gosta de dançar mas não dança porque não tem dinheiro para pagar festas ou aulas. Então que tal reservar um dia pra tocar o som alto (ou no fone de ouvido) e curtir uma dancinha no seu quarto? Rola até um karaokê sozinha se você gostar de cantar também! 

Procure evitar fazer coisas que você não gosta. Se você, por exemplo, não suporta aturar fulano no serviço, tente ir se afastando dessa pessoa aos poucos. Às vezes é impossível tirar alguém totalmente de nossas vidas, mas podemos nos afastar e isso nos faz um bem danado. 

Lembre-se também de não deixar de fazer coisas que você precisa para manter sua saúde, como um exercício físico ou comer uma fruta. Busque fazer de uma forma que seja prazerosa pra você, uma aula de dança ou uma salada de frutas com leite condensado, por exemplo. 

Com esse exercício você vai aprender mais sobre seus gostos e desgostos e vai poder adaptar sua vida para se tornar alguém mais autenticamente feliz.


Mente Aberta

Por fim, isso é algo que vale para todos os momentos, desde os procedimentos citados acima até no seu dia-a-dia. Você manter sua mente aberta é se dar uma chance, e isso pode trazer resultados incríveis. Tente diminuir seus julgamentos, principalmente quando você não conhece algo ou alguém. Se você ainda está no processo de SE conhecer, dê tempo para os outros também te conhecerem e se apresentarem a você. Dê uma chance para aquela experiência que parece esquisita demais ou para aquela pessoa que parece metida demais. A vida é craque em nos surpreender e manter nossa mente aberta só nos trará experiências novas e que podem ser muito benéficas para todos.

Agora que você já tem minhas melhores dicas pra se conhecer, tá esperando o que pra começar? Espero de coração que essas dicas possam ajudar vocês a terem uma noção melhor de quem vocês são e, com isso, melhorar a vida de vocês de alguma forma! Me contem aqui embaixo o que acharam e se já conheciam alguma técnica, tá bom?

You Might Also Like

4 Comentários

  1. Oi, amei o post viu ?? Engraçado que vivemos anos e anos e mal nos entendemos, que loucura né
    Parabéns pelo blog, já curti muito
    http://eunseifazersentido.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é! Vivemos a vida inteira com nós mesmos e nem sempre temos a certeza de saber quem somos!
      Muito obrigada Paams!

      Excluir
  2. Que amor de dicas, é por aí mesmo. O autoconhecimento é o primeiro passo para a felicidade.
    Um passo legal também é tentar olhar para si com os olhos de outra pessoa, como um observador de fora. Aí percebemos muitos traços que não seríamos capazes de constatar. É sempre bom nesse passo pedir ajuda de alguém próximo para descrever como ela te vê. Confrontar quem você é, com a imagem que você reflete. É um exercício bem legal também!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que dica maravilhosa Ju!!! Adorei a ideia e já quero por em prática, a proposta é muito bacana mesmo e deve trazer ótimos resultados!!!

      Excluir